Lucia Paula Matos Ximenes - Cadeira nº 9 na Academia Groairense de Letras


Foi tudo tão rápido. Como em um truque de mágica a noite de 04 de outubro de 2017 acontecia. Nela houve a instalação da Academia Groairense de Letras – AGL e a posse de seus membros efetivos, honorários, beneméritos e correspondentes. A história de Groaíras passa a ter um capítulo a mais.

E no encantamento da novidade estávamos num ambiente deslumbrante, cercado de pessoas queridas, familiares, imprensa, confrades e confreiras, uns de nossa convivência diária e outros que conhecemos recentemente. As vestes eram elegantes, como dizia meu avô e patrono Expedito Pereira Lopes: “estava todo mundo na decência”.

As emoções se multiplicavam a cada ato em que se seguia o ritual daquela noite. A banda de música do Grupo Espírita Francisco de Assis – GEFA abrilhantou o início da solenidade. O primo Domingos Pascoal, idealizador da AGL, presidiu com maestria até a posse da primeira Presidenta Edna Maria Mendes Rodrigues a qual deu prosseguimento ao cerimonial.

Fui escolhida para proferir o juramento. Esta missão não é tão simples assim. Não são palavras ditas, somente. São palavras para serem vividas, para serem repassadas. Elas trazem o peso de uma responsabilidade, de imortalidade.

E nesse viés me vem a memória o convite que recebi para ser um membro efetivo imortal. De início, a minha resposta foi negativa por achar que não tinha perfil para tamanha magnitude.

Daí lembrei-me da noite literária, que ocorrera no dia 22 de maio de 2017, por conta das festividades de aniversário de emancipação política de Groaíras. Acredito que o confrade Domingos Pascoal se encantou com o meu encantamento, o qual se transformou em palavras metafóricas envolvidas de uma emoção da alma, durante o meu discurso após deleitar-me e apreciar o talento literário de alguns jovens da nossa cidade e o enriquecimento que uma noite letrada acrescenta aos nossos conhecimentos. Naquele momento agradeci muito, intimamente, por ter estudado no “Colégio do Padre”.

O que antes víamos tão distante agora era presente, concretizou-se, tornou-se realidade. Uma realidade que não fora planejada nem muito menos almejada. Mas, confesso, depois que fui empossada a sensação de pertencimento e zelo fizeram-me sentir como se um sonho antigo tivesse sido realizado.

Quando o evento findou, já estávamos todos empossados com nossa pelerine e medalha, as quais serão nossas companheiras durante nossa permanência na ocupação da cadeira na AGL. A minha cadeira eterna é a de número 09.

Estou empoderada de uma missão, meu conhecimento ainda é minúsculo sobre o meu papel na AGL, mas o intuito é de contribuir para as gerações atuais e futuras. E o futuro a Deus pertence!

Obrigada meu Deus, obrigada primo Dr. Domingos Pascoal, obrigada confrades e confreiras!

Lucia Paula Matos Ximenes Secretária de Cultura Turismo e Desporto Groaíras - Ce


  • White Google+ Icon
  • Twitter Clean
  • facebook

2020 Domingos Pascoal

Aracaju, Sergipe