2019 Domingos Pascoal

Aracaju, Sergipe

  • White Google+ Icon
  • Twitter Clean
  • facebook

Sétimo Encontro de Escritores e Leitores e Primeiro Encontro de Academias Literárias

Ambos no mesmo dia e no mesmo local, 07 de dezembro de 2018 nos auditórios A e B do Bloco G da Unit Farolândia. Ninguém imaginava a pujança das jovens academias sergipanas. Elas ocupariam um auditório pela manhã até meio-dia, no máximo. Primeiro, houve a palestra do presidente da Academia Sergipana de Letras, José Anderson Nascimento, que não chegou a tratar do movimento acadêmico. O tempo de 50 minutos acabou antes. Em seguida, Domingos Pascoal comandou a criação de duas novas academias: Literária de Vida de Propriá e a Academia de Cedro de São João. Uma cerimônia simbólica que fez o tempo voar.

Já eram 11:29 horas quando começou o fórum das academias, que era o ponto alto, onde cada uma mostraria as realizações de 2018. Para inspirar às demais na definição dos planos de trabalho de 2019. Tempo máximo de máximo 5 minutos. Apenas cinco das dezessete presentes cumpriram este limite.

O fórum foi empolgando e avançando. Não havia como sustar as apresentações. Neopolitana, Aquidabãense, Gloriense, Japoatãnense, Aracajuana, Cristinápolitana, BrasilSuiça, Barracoqueirense, Serrana do Rio das Pedras, Lagartense, Capelense (teve que sair antes de sua vez), Itabaianense, Sergipana de Cordel, Dorense, Estanciana, Maruinense, Contadores de História e Tobiense. Às 17 horas, a hora final definida, ainda estava sendo apresentada a Academia Estudantil, comandada pela Educadora Cris Souza.

xxx

E o Encontro de Escritores com Leitores?

Algumas funções deste, foram encaixadas dentro do fórum das academias. Assim foi feita a entrega simbólica da edição da selete do sexto encontro, um livro de 220 páginas com textos colhidos dos participantes do Encontro do ano passado. A edição de 1000 exemplares foi doada pela Infographics Gráfica e Editora (como tem feito nesses últimos cinco anos) a duas instituições de caridade. Este ano receberam, cada uma 500 exemplares, O Lar Cidade de Deus de Itabaiana e Casa dona Sula da Barra dos Coqueiros, que venderão os livros com renda integral para si.

Da mesma forma, foram concedidas as placas Hermes Fontes, homenageando três destaques no labuta pela cultura: Jouberto Uchoa de Mendonça, Jorge Lins e Pascoal Maynard. Os três falaram bonito, agradecendo.

Também em um espalho que surgiu, foi anunciado, pela Infographics, o Prêmio de Poesia Hermes Fontes, que receberá inscrições no primeiro semestre de 2019 e apontará os campeões no Oitavo Encontro de Escritores com Leitores. Prepare seu poema!

Xxx

E os escritores?

Os jovens escritores tiveram mesa de debates no auditório B.

Os escritores adultos não tiveram, infelizmente, um espaço adequado; apenas uma pequena sala entre os dois auditórios, insuficiente para realizar a tradicional feira de livros. A maioria nem retirou os livros das malas. Anotei algumas teimosas exceções: lançamento de Aristides Júlio (Espelhos Refletidos), os acadêmicos da Academia Serrana (Antologia dos meninos), Leidiane Nascimento (A Princesa que limpou o coração), Vitória Madeleine (Princesas também têm Alergias). E Os escritores adultos também não tiveram espaço para se divulgarem, falarem de seus livros, de seus projetos, de sua literatura; conforme havia sido planejado.

xxx

E o público?

Era uma sexta-feira, dia útil, véspera do sábado-feriado de Nossa Senhora da Conceição. Poucos leitores foram identificados na plateia (vi Filino Carvalho Neto, que acompanha minha literatura e participou dos encontros anteriores, a quem agradeço aqui em nome dos dois encontros). Havia mais algum leitor?

Xxx

E as escolas?

Algumas escolas trouxeram grupos de alunos que ouviram o apresentado nos auditórios A e B, e participaram de uma sessão especial de contação de história (no auditório B) feita pela Academia Sergipana de Contadores de História.

Xxx

E a conclusão?

Temos que pensar em dois eventos distintos e em datas diferentes, para as próximas edições. O Encontro de Academias Literárias e Encontro de Escritores com Leitores. Ambos são essências e grandes. Não cabem juntos, um canibaliza o outro. É (foi) inevitável.

 

(por Antônio FJ Saracura, da equipe de organização).

 

 

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Lançamento da Antologia do III Encontro de Escritores Monte-alegrenses e Convidados

12/11/2019

1/10
Please reload

Posts Recentes