2019 Domingos Pascoal

Aracaju, Sergipe

  • White Google+ Icon
  • Twitter Clean
  • facebook

SEJA VOCÊ TAMBÉM UM ESCRITOR

24/04/2019

É possível, você é capaz, você sabe, você pode...

Escrever e publicar não tem idade. Porém, é ideal que comecemos cedo. Quem cedo começa certamente será sempre o melhor e produzirá mais. Veja o meu exemplo.

 

“Todos somos escritores, só que uns escrevem e outros não”

José Saramago – Prêmio Nobel de Literatura

 

 

Meu nome é Hélio de Souza Oliveira, tenho 81 anos e estou escrevendo o meu primeiro livro. Na verdade, eu nunca tinha sequer imaginado esta possibilidade. Eu escrever um livro? Nunca pensei! Ser escritor é coisa para quem é muito inteligente e estuda muito. Eu estudei pouco, fiz apenas o curso técnico e, erradamente, achava-me sem inteligência. Nasci em Estância, Sergipe, onde vivi até os 20 anos, quando casei e logo me mudei para Rio de Janeiro. Fui com toda a família, depois de algum tempo, fui trabalhar em Salvador, passei alguns anos e, novamente, Rio de janeiro foi o meu destino, precisamente a cidade de Volta Redonda, onde fiquei até 17 de abril de 2018. Em maio de 2016, perdi minha querida esposa, amada e cúmplice companheira de uma vida. Deus a convocou para o seu Reinado de Glória, fiquei só.

 

Viúvo, um pouco desorientado com a grande perda, filhos já criados e casados, cada qual com as suas famílias... Ocorreu-me uma desesperada percepção de como era duro uma velhice solitária. Em 2017, então com 80 anos de idade e só, bateu muita saudade: saudade da minha esposa, companheira por 57 anos, saudade da minha juventude, de Sergipe, de Estância, dos meus pais, que também por óbvios motivos já se hospedaram em Deus. Saudades doridas de tempos que, sabia eu, não voltariam mais. Foi então que entendi o mistério das aves que sempre retornam ao ninho antigo. Resolvi, quero voltar ao meu Sergipe.

 

O tempo é outro, mas minha terra é a mesma. Voltei, e não errei. Deus foi muito generoso comigo e colocou na minha vida Salete Nascimento, uma escritora, cordelista e ativista cultural que juntamente com o grupo composto por Antônio Francisco Saracura e Domingos Pascoal faziam, e fazem ainda, um grande trabalho na disseminação da cultura literária em todo Sergipe. Envolvi-me no grupo e, por isso, estou tendo o privilégio de ver e participar da semeadura que eles estão fazendo nas escolas, academias, encontros, saraus, palestras, livrarias...

 

Concomitante a isso, tornei-me, por prazer e não por obrigação, um leitor voraz. Em curto espaço de tempo já li mais do que em todos os oitenta anos anteriores, li “NAS ASAS DO VENTO”, “VIVÊNCIAS SOBRENATURAIS E OUTROS CAUSOS”  e vários CORDÉIS  da minha esposa Salete, “OS MENINOS QUE NÃO QUERIAM SER PADRES”, do Saracura, “EXPERIMENTE MUDAR” e “A MUDANÇA COMEÇA EM VOCÊ”, de Domingos Pascoal. Com estas leituras, com a convivência com o grupo e outro/as professore/as, escutando as motivações transmitidas nos discursões e palestras a que assisti e a que assisto ainda, operou em mim uma vontade muito grande de, também, fazer algo, e estou fazendo.

 

Como disse, estou escrevendo o meu primeiro livro. Descobri que é possível, eu posso e vou escrever o meu primeiro e melhor livro aos 81 anos. Vejam, eu, já octogenário, estou realizando um sonho que nem imaginava. Por isso quero aqui deixar um pedido muito importante a todos vocês, estudantes, jovens ou não: escrevam. Escrevam o quanto antes, a sua história, todos temos uma. Não esperem tanto como eu esperei. Eu não fiz antes por não saber e, naturalmente, não acreditar ser capaz. Não escrevo desde a infância porque não lia quase nada e não tinha o ambiente próprio que, somente agora, Deus me deu.

 

Peço a todos que se quiserem experimentar uma coisa boa na vida, pensem em ler mais, frequentar ambientes onde se discuta literatura: bibliotecas, livrarias, aulas, palestras, academias literárias, saraus, rodas de leitura. Participem de livros compartilhados: antologias, seletas ou concursos literários... Participem, leiam e, também, escrevam suas experiências. Façam isso o quanto antes e descobrirão, com certeza, a beleza deste mudo mágico do conhecimento. Eu descobri e estou encantado.

 

Querem sugestão de leitura? Leiam qualquer livro, o importante é que leiam. Posso sugerir estes: Experimente Mudar, de Domingos Pascoal, Os Meninos que não queriam Ser Padres, de Saracura, e Vivências Sobrenaturais e Outros Causos, de Salete Nascimento, para começar já está de bom tamanho. Mas a dica é a de que leiam muito. Pois para escrever é necessário ler muito para adquirir o conhecimento e escrever. Escreva o livro de sua vida, comece a pautá-lo hoje mesmo, você pode, você sabe, é só começar. Sucesso.

 

 

*Hélio de Souza Oliveira

 

 

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Mais uma edição do Sarau no Coreto - Por Carlos Alexandre

04/12/2019

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload